Reuniões: Jaraguá do Sul e Polo de Inovação Embrapii

Olá!

reuniao_jaragua_servidores_IFSCNesta semana, que só fiz uma viagem rápida para Jaraguá do Sul, aproveitei para atender algumas agendas internas e também participei de várias reuniões.

Na quarta-feira, fui ao Câmpus Jaraguá do Sul-Centro para participar de uma reunião geral com os servidores. Tratamos da cessão do Centro de Educação Profissional de Guaramirim para o IFSC, conforme reunião realizada na Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) na semana passada com o secretário de educação de Santa Catarina. Fomos apresentar a proposta do Câmpus Jaraguá do Sul-Centro assumir a estrutura física e implementar um câmpus avançado.

Como temos um saldo de docentes, conforme modelo da Portaria 246, não precisamos de novas vagas para iniciar a implantação de um câmpus avançado. Acertamos na Setec que teremos o apoio financeiro para mobiliar e equipar toda essa nova estrutura, assim como o custeio necessário para o funcionamento tão logo o governo do Estado faça a cessão para o IFSC. Iremos iniciar com cursos de qualificação na área de Informática, uma demanda da região, para depois estudarmos e analisarmos as novas ofertas e eixos. Vamos apresentar para a Setec um plano de trabalho com as nossas necessidades para iniciar as atividades em 2017 e 2018.

Foi uma reunião muito boa e esclarecedora. A nossa posição sempre é em defesa de vagas públicas. Essa estrutura foi viabilizada com recursos federais da ordem de R$ 10 milhões e a comunidade da região precisa ter acesso à educação profissional gratuita. Sempre é muito bom estar nos câmpus, conversar e interagir com os nossos servidores.
Polo de Inovação

Sobre o polo de inovação da Embrapii que anunciei aqui na semana passada, fizemos uma primeira reunião com o coordenador do projeto, o professor Piara do Câmpus Florianópolis. Já estabelecemos um encaminhamento para começar a trabalhar na implantação. Temos várias questões administrativas para resolver ainda.

Já estamos sendo procurados para divulgação e parcerias, o que é bem bacana, pois o polo busca justamente a interação entre as cadeias produtivas da indústria com a pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) e atua também como apoio à formação profissional dos setores de base tecnológica.

Outros assuntos:

– CTI: Hoje participei da reunião do Comitê de Tecnologia da Informação em que tratamos da execução do Plano Diretor de Tecnologia de Informação (PDTI) 2017 e da elaboração do plano para os próximos anos. Também tratamos do Sistema Integrado de Gestão, principiante do SIGA-A que já está em implantação nos cursos FIC, e em 2018 deveremos ter todos os cursos rodando no novo sistema. Destaco bastante o trabalho da Dtic e da Deia que tem se dedicado fortemente para que essa grande mudança seja segura e possa fazer o IFSC avançar mais ainda.

reuniao_reitoria_corrigido– Reunião Laqua: tivemos uma reunião hoje à tarde, com representantes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, da Secretaria de Estado de Agricultura, do Laboratório Nacional Agropecuário, juntamente com professor Mathias Scharam para tratar da transferência do controle e fiscalização hoje exercido pelo nosso laboratório para o laboratório nacional. Assim, nossa atuação será focada no ensino, na pesquisa e na extensão, para o desenvolvimento dessa área tão importante para Santa Catarina.

– Educação a Distância: acompanhamos nesta semana a situação da UFSC sobre problemas na gestão dos recursos na EaD. Aqui no IFSC também oferecemos cursos pela UaB. Temos cuidado na gestão dos programas, na legalidade e no uso do dinheiro público. Por isso, estamos sempre atentos em estar de acordo com a legislação e a prestação de contas. Espero que tudo seja devidamente esclarecido e que nossa universidade federal continue contribuindo para o desenvolvimento das pessoas e do nosso estado.

Até a próxima semana!

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Post. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.