Ambientações

ambientacao_fpolisPassei a semana praticamente toda fora da Reitoria participando das ambientações de novos servidores. Aqui no IFSC, achamos importante promover este evento de acolhimento para professores e técnicos administrativos que passam a trabalhar conosco para que possamos nos conhecer melhor e, principalmente, para que todos entendam as peculiaridades de uma instituição como a nossa: centenária, mas ao mesmo tempo com transformações recentes e uma proposta inovadora de atuar.

Como vocês têm acompanhado por aqui, temos feito ambientações regionalizadas. E, nesta semana foi a vez dos servidores do Planalto Catarinense, da Grande Florianópolis e do Vale do Itajaí participarem do encontro. Para isso, estive no Câmpus Caçador na terça-feira, no Câmpus Florianópolis ontem e hoje estou no Câmpus Gaspar.

ambientacao_gasparDurante a ambientação, são apresentados, aos servidores,nossa estrutura e podem conhecer melhor o trabalho de cada Pró-Reitoria e as oportunidades que eles têm aqui no IFSC. Também podem compreender os diferentes tipos de oferta de cursos que temos e o nosso papel como integrantes da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. No processo de ambientação também temos as atividades a distância, organizadas pelo nosso Centro de Referência em Formação e EaD, o Cerfead, que completam esse ciclo de acolhimento e conhecimento de nossa instituição.

ambientacao_cacadorNa minha fala, destaquei que somos uma instituição múltipla e diversa, mas que devemos construir uma identidade e uma parceria entre todos os câmpus. A nossa instituição cresceu e se transformou ao mesmo tempo, o que provoca grandes desafios sendo que, o principal é a permanência e êxito dos nossos alunos. Precisamos ser inclusivos em plenitude e acolher de forma que os estudantes superem suas dificuldades, permaneçam com a gente e se formem. Para isso, precisamos ter projetos e programas institucionais que possibilitem melhorar nossos índices de formandos. As ferramentas tecnológicas podem nos ajudar nessa tarefa.

Temos também que repensar nosso projeto pedagógico com possibilidade de termos mais aulas a distância, mesmo nos cursos presenciais – já que a tecnologia nos aproxima e nos dá muitas possibilidades de interação. Temos que avançar nessa parte e mudar mesmo. Na minha opinião, os cursos totalmente presenciais não se sustentam mais e precisamos usar o que temos de ferramentas e tecnologias inovadoras.

ambientacaoAcho que o mais bacana dessas ambientações com quem está entrando no IFSC e nem sempre conhece nossa instituição, além de acolher nossos novos colegas, é instigar e fazer pensar na nossa atuação como educadores de uma instituição pública federal. Temos uma grande responsabilidade e a sociedade espera muito do Instituto. É por isso que todo dia temos que focar nosso trabalho nos alunos e também em quem está lá fora e enxerga no IFSC uma oportunidade de mudança e melhoria de vida.

Contamos com a união e compromisso dos servidores nesse sentido para que possamos sempre dar nosso melhor tendo esse foco de atuação!

Outros assuntos:

– Concurso Público: E falando em novos servidores, hoje começaram as inscrições para nosso concurso público 2016. Quem quer trabalhar no IFSC, a oportunidade é agora. Temos 21 vagas para docentes e técnicos administrativos para atuação em Araranguá, Caçador, Canoinhas, Criciúma, Florianópolis, Garopaba, Gaspar, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages, Palhoça, São Miguel do Oeste, Tubarão, Urupema e Xanxerê. As inscrições vão até 9 de outubro. As informações podem ser conferidas no nosso site.

– Cursos de Qualificação: E terminam na próxima semana, no dia 14, as inscrições para nossos cursos de qualificação.  São mais de 2 mil vagas em 17 cidades do estado, além de cursos a distância. As informações pode ser conferidas aqui. Nos ajudem a divulgar!

E na semana que vem teremos um dos eventos mais importantes do IFSC: o Seminário de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação, o Sepei. Esta edição será realizada de 13 a 15 de setembro no Câmpus Criciúma e tem por objetivo divulgar as experiências práticas e os resultados, bem como as relevantes tendências na área da inovação tecnológica, desenvolvidos nos projetos de ensino, pesquisa e extensão pela comunidade acadêmica do IFSC. No post da semana que vem eu conto como foi!

Amanhã estarei nas formaturas dos câmpus Tubarão e Araranguá! Gosto muito de participar desses momentos e comemorar com alunos e servidores!

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Post e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.