Conif e EaD

Olá!
reuniao_conif_jun2016_2Na semana passada, como vocês devem ter visto, não publiquei o tradicional post da semana, estava de férias. Mas foram só alguns dias e já estou de volta ao trabalho desde segunda-feira.

Nesta semana, viajei a Santa Maria, no Rio Grande do Sul, para participar de mais uma reunião do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, o Conif.

Discutimos o contexto político e como isso impacta na nossa Rede. Teremos uma reunião com o novo secretário de Educação Profissional e Tecnológica, Marcos Antonio Viegas Filho, na próxima semana, e usamos o encontro para alinhar as questões que precisamos tratar com ele. Importante destacar nossas dificuldades em relação à liberação do financeiro, que tem sido um grande entrave para as instituições. Outra questão diz respeito ao aumento do banco docente e do quadro de servidores que são necessários para o nosso pleno funcionamento. O secretário foi nomeado oficialmente hoje.

reuniao_conif_jun2016Também tratamos da construção do Planejamento Estratégico do Conif. Foi um momento muito bom e importante para estabelecermos nossa atuação em rede e nossas metas para os próximos anos.

Recredenciamento EaD

Na semana passada, recebemos avaliadores do MEC como parte do processo de recredenciamento da nossa Educação a Distância. É a nossa primeira avaliação desde que nos tornamos instituto federal e trata-se de uma exigência legal para podermos continuar ofertando cursos nesta modalidade.

Recebemos nesta semana já o retorno da avaliação com o conceito 4 – numa escala de 0 a 5, sendo cinco o valor máximo. Para estarmos habilitados, tínhamos que tirar pelo menos 3. Ficamos felizes com o resultado! Sabemos que temos pontos a melhorar e a avançar, mas acredito que estamos no caminho certo.

A institucionalização da EaD vem sendo um ponto que defendemos e estamos trabalhando há alguns anos, inclusive, com a criação do nosso Centro de Referência em Formação e EaD, o Cerfead. Parabenizo a toda equipe de servidores que participa do Centro e trabalha arduamente para que possamos aprimorar nossos cursos e nossa estrutura. Também agradeço a todos os demais servidores, tutores e alunos que participaram do processo de avaliação.

Outros assuntos:

Exame Celpe-Bras: hoje pela manhã participei da abertura da palestra sobre o exame Celpe-Bras, que é o exame para certificado de proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros, com a professora Natália Tosatti do Cefet-MG. Temos interesse em aplicar o exame, até no sentido de fortalecer nossa internacionalização. A professora veio explicar a nossos servidores mais detalhes sobre o Celpe-Bras.

confraternizaçãoReunião na Reitoria: Hoje à tarde, tive uma reunião geral com os servidores para tratar do horário de funcionamento da Reitoria. Há algumas semanas, estabelecemos, por meio de portaria, horário único, das 7h30 às 19h30, visando atender melhor à comunidade. Foi uma necessidade institucional detectada junto aos câmpus, tendo em vista o funcionamento em três turnos. A reunião foi muito produtiva e me comprometi em termos mais esses momentos de discussão e encaminhamentos. Após a reunião tivemos um café junino com os parabéns aos aniversariantes do mês de junho. Muito bom estarmos unidos tanto em momentos de trabalho como nas comemorações!

medalha-smo1Medalha Paulo Freire: parabéns ao Câmpus São Miguel do Oeste, reconhecido pelo MEC com a Medalha Paulo Freire, concedida ao curso de Formação Inicial e Continuada (FIC) de Técnicas em Agricultura Familiar. O objetivo da medalha é identificar, reconhecer e estimular as experiências educacionais que promovam projetos relevantes para a Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Post. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.