Conif e Enem

Olá!

reuniao_conif_abril_2016Nesta semana, viajei a Brasília para participar de mais uma reunião do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, o Conif. Entre os principais pontos de pauta, foram definidos os critérios técnicos para a distribuição dos recursos para investimentos e reestruturação da Rede Federal. Agora serão elaborados os termos de descentralização, o que nos permitirá dar encaminhamento às obras necessárias mais emergenciais para o nosso instituto.

Tratamos também do projeto de mestrado da Rede, que ainda está em análise pela comissão da Capes, com a diligência realizada e indicações de ajustes no projeto. Também tratamos de como trabalhar ainda mais a inclusão de deficientes visuais em nossas instituições, a partir da fala de uma equipe do Instituto Benjamin Constant, um Centro de Referência nacional para questões da deficiência visual. A intenção é oferecer capacitação para 90 profissionais da educação.

A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do MEC, a Setec, propôs um plano de pactuação de metas e investimentos para os institutos. Neste sentido, já pontuamos a necessidade de resolver algumas questões para a matriz orçamentária de 2017, como o tratamento a ser dado aos cursos de formação inicial e continuada e a distância.

O secretário Marcelo Feres propôs que os Institutos Federais trabalhem em conjunto com a Setec para o ingresso de estudantes, pensando até em um sistema como o Sisutec, mas que permita a entrada via sorteio e não apenas pela nota do Enem.

conif_manifesto_educacao_fonte_conifNa terça-feira, como parte da programação da reunião do Conif, participamos do Encontro da Educação pela Democracia, no Palácio do Planalto, com a presença da presidente Dilma Roussef. Neste contexto político que estamos vivendo, o Conif divulgou uma nota pública em Defesa do Estado Democrático de Direito e da Autonomia das Instituições Federais de Ensino, que pode ser lida na íntegra aqui.

Enem

O Ministério da Educação divulgou ontem as datas de inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, deste ano. As inscrições começam no dia 9 de maio e terminam no dia 20 do mesmo mês. As provas serão aplicadas nos dias 5 e 6 de novembro. Temos uma matéria completa no nosso site.

Reforço que, para quem quer fazer um curso de graduação no IFSC em 2017, é bem importante participar do Enem. Hoje participamos do Sisu com 50% das vagas e poderemos utilizar também a pontuação da prova como forma de ingresso.

hora-do-enemDurante a reunião do Conif, fomos apresentados ao projeto Hora do Enem, que terá um programa de TV e uma plataforma de estudos voltados para preparação de participantes do Enem. Os estudantes do último ano do ensino médio da Rede Federal podem participar do primeiro simulado on-line no dia 30 de abril.

Quem não tiver computador próprio para realizar o simulado tem até hoje para fazer a inscrição e informar a necessidade de espaço físico para a realização da prova. Disponibilizaremos computadores aqui no IFSC. Os alunos que têm computador próprio podem se cadastrar posteriormente.

SIG Frequência

Como eu já havia adiantado aqui no blog, publicamos nesta semana uma Instrução Normativa que dispõe sobre o registro de frequência dos servidores técnicos administrativos em educação do IFSC. Com isso, fica estabelecido que os únicos meios de controle de frequência dos TAEs do nosso Instituto devem ser pelo registro de frequência biométrico e pelo Sistema SIG-RH. Todos os câmpus e a Reitoria terão que adotar esses registros até o dia 30 de julho deste ano.

Esse foi um compromisso que assumimos de adotar um sistema mais moderno, ágil, transparente e sustentável para o registro de pontos. A IN está disponível para consulta dos servidores na Intranet.

Outros assuntos

• Semana da Francofonia: Participei na segunda-feira da abertura deste evento, realizado pela Coordenadoria de Programas de Qualificação e Certificação em Línguas Estrangeiras da Reitoria e pelos câmpus Florianópolis e Florianópolis-Continente. A Semana da Francofonia surgiu a partir do edital do Conif que previa que as instituições aprovadas para o edital oferecessem, além do curso de francês, atividades culturais relacionadas ao tema. É muito bacana vermos culturas de outros Países serem divulgadas em nossa instituição de maneira tão diversa.

posse_reitor_udesc_ifsc_abril_2016• Posse Udesc: Participei na segunda-feira à noite da posse do novo reitor da Udesc, Marcus Tomasi e do novo vice-reitor Leandro Zvirtes. Desejo sucesso à nova gestão e já estamos em contato para discutir parcerias, inclusive retomando o Fórum de Reitores das Instituições Públicas de Santa Catarina.

• Horário Reitoria: Visando atender melhor os nossos câmpus e otimizar nossos recursos, publicamos uma Instrução Normativa estabelecendo o horário de funcionamento da Reitoria das 7h30 às 19h30.

• Laqua: Hoje pela manhã tive uma reunião para tratar sobre o Laboratório Oficial de Análise de Resíduos e Contaminantes em Recursos Pesqueiros (Laqua) que fica em nosso Câmpus Itajaí. O projeto está em fase de ajustes e devemos ir ao câmpus para conversar com servidores e verificar como dar um melhor encaminhamento.

forum-bibliotecas• Bibliotecas: E agora à tarde participei do Fórum de Bibliotecas do IFSC. Destaquei a importância dessa estrutura e do trabalho de todos os servidores que atuam nas bibliotecas que, para mim, são a alma da nossa instituição. Sabemos que precisamos avançar nesse sentido, pensando em bibliotecas virtuais e outras formas de disseminação de conhecimento.

E para quem estiver procurando uma leitura neste final de semana, recomendo a segunda edição do Boletim iDEIA, lançada nesta semana, uma publicação que busca disseminar os resultados da produção técnica das estatísticas educacionais elaboradas pelos nossos servidores.

Até mais!

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Post. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.