Retorno às atividades: reuniões e posses

Olá!

Depois de um período de férias, em que pude descansar bastante e me preparar para os desafios que teremos, estou de volta ao IFSC e, agora, ao blog. Tivemos uma semana cheia de atividades com reuniões e o início das posses dos novos diretores-gerais, eleitos no ano passado.

Aliás, no momento, eu estou como reitora pro tempore, nomeada pelo ministro da Educação, já que meu primeiro mandato oficialmente terminou e é preciso aguardar o decreto presidencial com a nomeação para assumir novamente o cargo. Acreditamos que isso deve ocorrer no mês de março, tendo em vista que o processo, depois da análise do MEC, vai para a Casa Civil.

Colégio de Dirigentes

Tivemos, na terça-feira (1), a primeira reunião do Colégio de Dirigentes do IFSC, que reúne todos os diretores-gerais dos câmpus. Foi um momento muito especial com a presença de quase todos os antigos diretores e os novos eleitos no ano passado. Quero agradecer aos que deixaram o cargo pela dedicação ao IFSC e desejo um bom trabalho aos que assumem – novos e reeleitos. Agradeço, especialmente, aos diretores que se aposentaram: Sérgio Seitsi Uda (do Câmpus Gaspar), Vilmar Silva (do Câmpus Palhoça Bilíngue) e Erci Schoenfelder (do Câmpus Jaraguá do Sul).

Compartilhei com os diretores como foi a primeira reunião extraordinária do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, o Conif, deste ano, realizada no dia 21 de janeiro em Brasília. Interrompi as férias para poder participar. Tivemos a participação do ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Entre alguns assuntos que foram abordados, tivemos o papel estruturante das instituições, a prática da pesquisa aplicada, a consolidação da expansão da Rede e a definição de uma agenda estratégica.

Tratamos, principalmente, sobre a consolidação dos Institutos Federais. Foi destacada a importância de intensificar a oferta dos cursos de qualificação e, para isso, é necessário que esse tipo de curso tenha um peso maior na matriz orçamentária. Pontuamos ainda para o secretário da Setec, que também estava na reunião, a situação difícil que temos para contratar tradutores e intérpretes. Outros assuntos que abordamos na reunião do Codir foram concurso público, afastamento parcial e os desafios do ano de 2016.

Neste ano, tivemos a ideia de aproveitar a realização do Codir, em que reunimos já todos os diretores-gerais, para promover uma capacitação no dia seguinte. Para essa primeira reunião, convidamos o diretor de Desenvolvimento da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica do MEC (Setec), Luciano de Oliveira Toledo, para fazer uma apresentação sobre os desafios que teremos neste ano.

Foi uma oportunidade muito boa de entendermos melhor o papel da Setec e como nós, como institutos federais, devemos atuar de maneira sintonizada. Compartilho aqui matéria publicada no nosso blog para servidores – Link Digital – com mais detalhes dessa apresentação

Posses

Nesta semana, tivemos as primeiras solenidades de posses dos diretores-gerais eleitos no ano passado. Na segunda de manhã, foi emposssado o professor Saul Silva Caetano como diretor-geral do Câmpus São José. À tarde, foi a vez da professora Carmem Cristina Beck assumir a direção-geral do Câmpus Palhoça Bilíngue. E ontem foi realizada a posse da professora Andrea Andujar como diretora-geral do Câmpus Florianópolis.

posse_IFSC_palhoca_2016Até o final do mês, teremos outras 16 posses e viajarei para participar de todas. No dia 11, teremos solenidade em Caçador e Canoinhas; no dia 12, em Joinville e nos dois câmpus de Jaraguá do Sul; no dia 15, em Urupema e Lages; no dia 19, em Gaspar e Itajaí; no dia 22, em Criciúma, Araranguá e Garopaba; no dia 23, em Chapecó e Xanxerê; no dia 24, em São Miguel do Oeste; e no dia 26, no Câmpus Florianópolis-Continente.

Tenho falado nos discursos sobre dois grandes desafios que a instituição enfrentará nos próximos anos: a restrição orçamentária e a permanência e o êxito dos estudantes. Vivemos ainda um ano de crise e, sempre com foco nos nossos estudantes, é preciso estabelecer prioridades. Precisamos também intensificar nossas ações para garantir que os alunos continuem na nossa instituição, não só para cumprir nossa missão, mas para garantir nossa matriz orçamentária. Para isso, é necessário termos muita efetividade.

Além disso, chamo a atenção para a importância do trabalho articulado entre os câmpus e a Reitoria. Essa articulação é fundamental para que a instituição seja forte e para que possamos enfrentar esses desafios e superar as dificuldades. Estamos sempre abertos para estabelecer parcerias e atuarmos de modo coletivo, participativo e solidário e assim pretendemos continuar nos próximos anos.

Outros assuntos

MEC_zika– Combate ao Aedes aegypti: O Conif assinou ontem o Pacto da Educação Brasileira contra o Zika. A ação marcou o lançamento do programa do MEC de enfrentamento ao zika, uma das iniciativas do governo federal no combate ao Aedes aegypti. O nosso envolvimento como Instituto Federal é muito importante, pois, como falou o ministro Aloizio Mercadante, as instituições federais de ensino congregam cerca de 60 milhões de pessoas, o que representa um fator relevante no controle e combate à proliferação do mosquito. A intenção é que haja uma mobilização contínua nos nossos câmpus. Além disso, foram definidos os dias 19 de fevereiro, 26 de fevereiro e 4 de março como datas para intervenção direta no território com ações de combate aos focos do mosquito. Esse assunto foi pauta no Codir e, na próxima semana, devemos divulgar mais informações sobre a mobilização. Esperamos que nossos alunos e servidores de todos os câmpus e da Reitoria nos ajudem nesta luta tão importante para o país e para a saúde de todos nós.

arte_anuario_ifsc_2016– Anuário Estatístico: A nossa Diretoria de Estatísticas e Informações Acadêmicas, a Deia, disponibilizou, nesta semana, o Anuário Estatístico 2016 do IFSC, que tem como ano base 2015. A publicação apresenta um raio-x da instituição, trazendo dados dos alunos e servidores. É um trabalho primoroso da Deia que traz informações essenciais para balizarem nossa tomada de decisões. Destaco as novidades desta quarta edição que são o formato de apresentação dos dados, agora em uma ferramenta on-line, e a disponibilização dados dos servidores técnicos administrativos. Convido todos a acessarem aqui a matéria publicada no nosso Portal sobre isso e a explorarem essa ferramenta que é pública e diz muito sobre o IFSC. Parabenizo, mais uma vez, a todos os servidores envolvidos nesse projeto!

– Falecimento: Recentemente, tivemos a perda de dois alunos do IFSC. Em Florianópolis, nossa guerreira Beatriz Haut dos Santos, que lutava há quase dois anos e meio contra um câncer na tíbia, nos deixou em meados de janeiro. E, nesta semana, o estudante Guilherme Arnold de Souza, do Câmpus Jaraguá do Sul, faleceu vítima de um acidente de automóvel. Lamentamos profundamente e nos solidarizamos com as famílias e amigos nesse difícil momento.

post_volta_as_aulas2016Para finalizar, a maioria dos nossos câmpus retornou às atividades nesta semana para encerrar o semestre 2015.2, que foi interrompido em alguns lugares no ano passado por causa da greve. Além disso, neste mês, alguns câmpus que não paralisaram também iniciam o semestre 2016.1.

Quero dar as boas-vindas aos nossos já estudantes e aos novos que estão entrando agora. Vocês são o motivo do nosso trabalho e tudo o que fazemos é para proporcionar uma boa educação para vocês. Que tenhamos todos um excelente ano!

Bom carnaval e até a próxima semana!

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Post. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.