Balanço de 2015

Olá!

Estamos encerrando mais um ano de muito trabalho, realizações e avanços, mas também de muitos desafios. Sou imensamente grata a todos os servidores e servidoras que contribuíram para que pudéssemos continuar prestando um serviço de excelência pela nossa comunidade, levando a educação a todos os cantos de nosso estado! Hoje é a última publicação do ano no blog, e como comentei na semana passada a ideia é fazer uma retrospectiva do ano que passou. Gosto de fazer isso porque nos dá a noção de quantas coisas importantes aconteceram, e ainda um ânimo para continuar no ano que vem!

Vamos lá!

Inaugurações
inauguracao_itajai_IFSCTivemos este ano vários momentos festivos nos quais inauguramos câmpus novos ou entregamos à comunidade novas estruturas nos câmpus já existentes. Em março, houve o término da construção do bloco 2 e entrega à comunidade do Câmpus Caçador. Em junho, inauguramos os câmpus Itajaí (foto), Garopaba, Tubarão e São Carlos. Em julho, foi entregue à comunidade o bloco 2 do Câmpus Urupema. Além disso, inauguramos estruturas importantes como as quadras esportivas dos câmpus Araranguá e Criciúma, já em dezembro. Em Joinville, recebemos da Prefeitura terrenos contíguos ao nosso câmpus, onde será construído um novo bloco, permitindo a ampliação de estruturas importantes como a biblioteca, salas de aula e setor administrativo.

Novos servidores
posse_servidores_blog_reitoraApesar das restrições recentemente definidas pelo governo federal, conseguimos no segundo semestre de 2015 realizar um concurso público para a seleção de 160 novos servidores docentes e 75 técnicos-administrativos dos níveis C, D e E. Todo o processo foi feito pela Comissão Organizadora própria e o resultado final foi divulgado antes do previsto no edital, na última terça-feira (22). Essa foi uma realização muito importante, já que a partir de 2016 teremos um aumento grande no número de cursos ofertados, principalmente nas cidades do interior, e esses novos servidores são fundamentais para essa consolidação. Além da realização do concurso, fizemos ao longo do ano várias chamadas dos concursos anteriores, incorporando à instituição novos servidores docentes e técnicos para todos os câmpus.

Eleições
comissao-eleitoralEm 2015, vivenciamos um grande processo democrático na nossa instituição, com a escolha do novo reitor e dos diretores-gerais para 19 câmpus. Foi a maior eleição já realizada no IFSC, conduzida com muita seriedade e competência pela Comissão Eleitoral Central (foto) e pelas Comissões Locais, todas formadas por servidores e alunos escolhidos por seus pares. O processo de campanha foi exaustivo e difícil, pois no início já tivemos a deflagração da greve, que além de atrasar os prazos eleitorais, criou um clima muito adverso para o debate institucional. Sempre aprendemos e crescemos com os processos democráticos e espero que nas próximas eleições possamos qualificar mais ainda o debate, pois a comunidade educativa quer discutir projetos e propostas, e não promessas e soluções fáceis para questões complexas. Tive a grande satisfação de ser eleita para mais um mandato de quatro anos, e sou grata pela confiança depositada na nossa gestão. A partir de 1° de fevereiro teremos a posse dos novos gestores e o início de mais uma caminhada de muito trabalho.

JIFSC
jogos_IFSC_abertura_alunosUm grande evento que já se consolidou no nosso calendário, e que reúne alunos e servidores de maneira muito intensa, é o JIFSC, os nossos Jogos do IFSC. Este ano, a quarta edição do evento foi realizada em Joinville, em junho, com 1,1 mil alunos envolvidos – um aumento muito grande em relação à primeira edição, em 2012, quando tivemos apenas 190 participantes. Estive pessoalmente no evento e fiquei muito emocionada com tudo que vi. Os jogos não são apenas uma competição, mas sim uma disputa saudável que envolve, acima de tudo, companheirismo, respeito, superação, equipe e amizade.

Greve
Um dos fatos que marcou bastante o ano de 2015 foi a greve dos servidores, deflagrada em julho e que durou dois meses. É sempre delicado administrar esse tipo de situação, que neste ano envolveu a suspensão do calendário acadêmico em alguns câmpus e o adiamento ou cancelamento de eventos já agendados. O calendário eleitoral precisou ser alterado em função do movimento grevista, como já comentei. Também em função da greve não tivemos condições de realizar o Seminário de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação (Sepei 2015), que seria em Criciúma. Ao final do movimento de greve, conseguimos chegar a um acordo para a retomada dos trabalhos e reposição das atividades, mantendo a legalidade e respeitando o direito de mobilização dos nossos servidores.

Harmonização curricular
Capitaneado pela nossa Pró-Reitoria de Ensino (Proen) e com envolvimento de um grande número de servidores, teve início neste ano o processo de Harmonização Curricular. Esse trabalho é muito importante em função do crescimento da nossa instituição e no grande aumento na oferta de cursos, tanto dos técnicos quanto dos superiores, que precisam ter seus projetos pedagógicos construídos a partir de uma base comum, independente do local onde são ofertados. Foi um ano de muito trabalho e de construção coletiva, e que terá continuidade ao longo de 2016.

Restrição orçamentária
Uma dificuldade que tivemos que superar ao longo do ano foi a restrição orçamentária imposta pelo governo federal. Procuramos sempre tomar as decisões a respeito de cortes de forma participativa e transparente, ouvindo os gestores e a comunidade. Tivemos um corte de 46% de todo o investimento e de 10% de custeio. Felizmente não tivemos corte na Assistência Estudantil e os recursos do Programa de Atendimento ao Estudante em Vulnerabilidade Social (Paevs) vieram de forma integral. Mas com os cortes efetivados, tivemos que nos replanejar. E planejar é uma forma de otimizar o uso dos recursos, sem o risco de precarizar o serviço público que oferecemos. Vivenciamos, além do corte orçamentário, bastante dificuldades na liberação do financeiro, para pagamento de nossos compromissos e fornecedores. Administramos isso também com foco nas prioridades de pagamentos, como de nossos serviços terceirizados.

Oportunidades de capacitação
Outro foco importante deste ano que termina foi o esforço que fizemos para oferecer oportunidades de capacitação aos nossos servidores. Por meio do Conif, encaminhamos a proposta do mestrado em Educação Profissional e Tecnológica, voltado a toda a Rede Federal. Além disso, internamente, viabilizamos em parceria com a UFSC a oferta do curso de Gestão e Liderança, voltado para técnicos-administrativos, e já demos início também aos cursos ofertados por meio do Pronatec Serviços Públicos.

cartao-natalSaio a partir de hoje para um período de férias. Durante esses dias de descanso, vamos dar um tempo também para as postagens do blog. Voltaremos em fevereiro.

Deixo aqui a todos os nossos servidores e alunos meus votos de Feliz Natal e um ano novo repleto de sonhos concretizados!

Muito obrigada a todos os que amam e apoiam o IFSC! ❤

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Post. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.