Paevs e Reitoria Itinerante

Olá!

Quero começar o post desta semana esclarecendo um problema que tivemos com a publicação do resultado do nosso Programa de Atendimento aos Estudantes em Vulnerabilidade Social, o Paevs. Tive uma reunião na segunda-feira com alunos do Câmpus Florianópolis-Continente para prestar esclarecimentos sobre isso e aproveito para compartilhar aqui.

Tivemos problemas na primeira listagem e tivemos que corrigir. Nosso programa cresceu muito – tanto em termos financeiros quanto em atendimento – e estamos aprimorando os nossos sistemas para dar conta de todo o processo.

Pela primeira vez, o IFSC, por decisão do Comitê de Assistência Estudantil, utilizou o Índice de Vulnerabilidade Social (IVS) como critério para a concessão do auxílio financeiro. O índice leva em consideração aspectos como renda, moradia, trabalho e saúde; não só do estudante, mas de toda sua família. Isso tornou o processo mais complexo, mas dessa forma conseguimos priorizar ainda mais quem mais necessita dos recursos, afinal, temos que ter a consciência de que o Paevs é para quem mais precisa.

Reitoria Itinerante

reuniao_alunos_SMONa segunda à tarde viajei para o Oeste do estado para participar do projeto Reitoria Itinerante nos câmpus daquela região. Primeiro estive no Câmpus São Miguel do Oeste. Foi muito bom ver os alunos felizes com a construção do ginásio. Foi um momento também de responder a alguns questionamentos e ouvir sugestões.

Conversamos ainda sobre o Regulamento Didático-Pedagógico, os Jogos do IFSC – que serão em junho no Câmpus Joinville -, e o Seminário de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação do IFSC (Sepei) – que será em agosto no Câmpus Criciúma. Também conversei com os servidores do câmpus sobre os processos institucionais e ouvimos sugestões para melhorar o ingresso, o fluxo de aprovação de cursos e dar ainda mais efetividade e transparência.

blog_reuniao_SLO (1)Na terça e hoje passei pelos demais câmpus da região – Chapecó, Xanxerê, São Carlos e São Lourenço do Oeste. Neste último, como ainda estamos no início, conversamos com o diretor-geral do câmpus, Fábio Zanella, sobre o orçamento e o Plano de Oferta de Cursos e Vagas (POCV). Esteve presente a secretária de Educação do município e reiteramos o apoio da prefeitura na implantação do câmpus.

foto_sao_carlos (1)Em São Carlos, foi a primeira reunião que tivemos com os servidores do câmpus. Falamos sobre o desafio que é implantar um câmpus e que, como pioneiros, eles têm papel fundamental.

É sempre bom poder estar perto dos nossos alunos e servidores para esclarecer  pontos do nosso funcionamento – afinal, somos uma instituição grande e complexa – e também para ouvir suas ideias e podermos pensar juntos em soluções.

Cartão_pascoa_2015Esta semana está mais curta por causa do feriado da Sexta-feira da Paixão. Amanhã teremos recesso no IFSC.

Desejo a todos uma Feliz Páscoa e compartilho o nosso cartão comemorativo a data.

Até a próxima semana!

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Post. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.