Novo terreno, Codir e Consup

Olá!

terreno_sj_blogA última semana de trabalho antes das festas de fim de ano foi repleta de acontecimentos e decisões importantes para a instituição. Uma grande conquista foi a assinatura do termo de cessão do terreno onde construiremos a sede própria do Centro de Referência em Formação e EaD (Cerfead), realizada na quarta-feira (17). A área de 13 mil metros quadrados fica em uma região muito boa de São José, na BR-101, e estava cedida ao Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT). Nós fizemos a solicitação de cessão e o DNIT manifestou-se favorável, o que nos permitiu concretizar a transferência por meio da Secretaria do Patrimônio da União (SPU). Além do Cerfead, a ideia é instalarmos no novo local o almoxarifado, o arquivo e o datacenter, mas é possível planejar também outros usos para atender a necessidades futuras. Fico muito feliz com essa perspectiva, pois hoje o Cerfead funciona em um imóvel alugado, com capacidade que já se tornou limitada em função do grande aumento de demandas que temos vivenciado nos últimos tempos. Um espaço físico próprio e mais adequado vai proporcionar melhores condições de trabalho aos nossos servidores e bolsistas e também, certamente, um incremento na qualidade dos serviços que oferecemos à comunidade.

Na reunião do Colégio de Dirigentes (Codir), aprovamos o calendário para o Ingresso 2015.2 e elaboramos um cronograma para uma ampla discussão sobre as formas de ingresso na nossa instituição. Questões sobre a ampliação ou não do acesso aos cursos superiores via Sistema de Seleção Unificada (Sisu), adesão ao Sisutec e aspectos das outras formas de ingresso, como exame de classificação, vestibular, sorteio e análise socioeconômica, estarão nessa agenda. Discutimos também a readequação da tipologia dos câmpus em relação aos cargos técnicos-administrativos para atender melhor às necessidades dos laboratórios, com o pedido de liberação de vagas ao MEC para a contratação de técnicos e assistentes de laboratórios dos câmpus, o que será feito ano que vem!

A regulamentação do financiamento da participação de servidores em eventos, a descentralização administrativa e as atualizações nos regimentos foram outros assuntos da pauta do Codir. Discutimos formas de ampliar as possibilidades para que os servidores tenham apoio financeiro para participar de eventos como congressos, seminários e oficinas, como forma de estímulo à sua atividade acadêmica. A proposta de descentralização administrativa ainda terá que ser mais bem elaborada, já que será necessário aguardar a troca dos sistemas em Brasília para melhor implementar esse processo. E em fevereiro teremos a primeira reunião que vai elaborar um cronograma para a atualização ou revisão dos regimentos dos câmpus.

Consup

consup_psaeNa reunião do Conselho Superior, quarta-feira (17), tivemos a aprovação de dois novos cursos de especialização a distância. O curso de pós-graduação em Perícia em Acidentes de Trânsito é um projeto que nos orgulha muito, resultado de uma parceria e de um convênio que será assinado com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). Nos últimos 12 anos o Brasil dobrou a frota de veículos e a tendência é que dobre novamente até 2022. Com isso, infelizmente aumenta também o número de acidentes, e a falta de peritos é uma dificuldade em todas as nossas estradas. Com esse cenário, o governo federal resolveu formar os policiais rodoviários na área de perícia, e essa grande responsabilidade vai caber a nós do IFSC com a oferta dessa especialização a distância de 420 horas. Somos uma instituição pública e temos o compromisso de ajudar outra instituição parceira a resolver os problemas da sociedade.

O outro curso aprovado foi a especialização em Formação Pedagógica para Docência na Educação Profissional, que vai atender a uma grande necessidade dos professores da Rede Federal de EPT que têm formação técnica, mas são carentes na formação em práticas pedagógicas. A perspectiva é que as atividades desse curso tenham início no segundo semestre de 2015.

Outro resultado importante da reunião desta semana no Consup foi a aprovação do Programa de Segurança Alimentar do Estudante (PSAE), conjunto de estratégias que vai envolver desde a implantação de restaurantes estudantis nos câmpus, passar por um maior controle dos alimentos servidos nas cantinas contratadas e chegar até a inclusão de assuntos ligados à educação nutricional como tema transversal nas aulas dos nossos cursos. Já temos em andamento o projeto do restaurante do Câmpus Florianópolis e também o projeto piloto do refeitório do Câmpus Araranguá. Garantir alimentação de qualidade para nossos alunos é obrigação legal, e com esse projeto estamos dando mais um passo no cumprimento dessa tarefa tão importante. Outra decisão do Consup na área da assistência estudantil foi a aprovação de mudanças no Programa de Atendimento ao Estudante em Vulnerabilidade Social (Paevs), com a adoção, a partir de 2015, do Índice de Vulnerabilidade Social (IVS) para a definição dos alunos que vão receber o benefício.

PAT 2015

O Plano Anual de Trabalho 2015 foi assunto tanto na reunião do Codir quanto na do Consup. O processo de elaboração do plano foi apresentado pelo pró-reitor de Desenvolvimento Institucional, Andrei Cavalheiro, e pelo diretor de Administração, Rafael Zanin. Eles mostraram como foi a nova metodologia empregada, com definição de prioridades e diferenciando os valores em custeio, investimento e capacitação. Para que a execução orçamentária ocorra de maneira tranquila e efetiva, é preciso que o planejamento seja feito com um ano e meio de antecedência. Fico muito satisfeita com o resultado desse excelente trabalho. Pela primeira vez, conseguimos apresentar a proposta de planejamento articulada com a proposta de orçamento.

Outros assuntos

  • Política de Formação – Foi aprovado pelo Consup o texto da nossa Política de Formação, que trata das ações voltadas ao desenvolvimento integral dos nossos servidores e também de educadores das redes públicas de outras instituições, sobretudo da educação básica. É a institucionalização de um belo trabalho que já vem sendo feito pela equipe da Proen e do Cerfead, que já capacitou mais de mil servidores com cursos de qualificação a distância e vem atendendo professores da rede básica de vários municípios catarinenses.
  • RDP – Nosso novo Regulamento Didático-Pedagógico (RDP) entra em vigor em 2015.1 e esse também foi assunto na reunião do Codir. A mudança de conceito para nota nas avaliações dos alunos é uma das mudanças mais importantes. Todas as turmas novas já vão entrar com o novo regulamento, enquanto as outras terão um prazo para adaptação. E com a aprovação do RDP, daremos início à implantação do sistema acadêmico.
  • Sepei e Jifsc – Também no Codir falamos sobre a realização de dois importantes eventos para a instituição como um todo, mas principalmente para os alunos: o Seminário de Pesquisa, Extensão e Inovação (Sepei) e os Jogos do IFSC (JIFSC). O Câmpus Criciúma colocou-se à disposição para sediar o Sepei, que se mantém no mês de agosto. Já os câmpus do Norte devem sediar os JIFSC – será feita uma análise das condições de cada um. A experiência de realizar os dois eventos em datas concomitantes em Gaspar, neste ano, foi bastante positiva, mas como a perspectiva é que o número de participantes de ambos aumente muito, optou-se novamente pela realização separada. Além disso, temos a possibilidade de contemplar duas regiões com eventos importantes, o que contribui muito para a nossa integração.
  • Creditação curricular da extensão – Em 2015 teremos o desafio de discutir como o IFSC irá se adequar ao artigo do Plano Nacional de Educação (PNE) que prevê que 10% dos créditos curriculares dos cursos de graduação sejam feitos em projetos de extensão. O pró-reitor de Extensão e Relações Externas, Golberi de Salvador Ferreira, apresentou na quarta-feira ao Consup uma proposta de grupo de trabalho para tratar desse tema. O GT vai começar a atuar em fevereiro e a perspectiva é que até julho o planejamento esteja finalizado, processo que vai envolver discussões em todos os câmpus e consulta pública, garantindo a participação da comunidade interna.
  • Reuniões – Durante a semana tive ainda reuniões com os diretores dos câmpus Tubarão, Itajaí, Florianópolis e Xanxerê para conversar sobre obras; com a Auditoria, para tratar do plano de atividades para 2015; e com o Sinasefe, dando continuidade à nossa mesa permanente de negociação.

Neste final de semana teremos formaturas nos câmpus Joinville e Chapecó. Parabenizo todos os formandos e desejo que essa conquista represente apenas o início de uma trajetória pessoal e profissional cheia de êxito. Contem sempre conosco!

Até semana que vem!

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Post. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.