Obras de Itajaí, Sepei e reuniões

Boa tarde!

Quero iniciar o blog dividindo uma grande alegria: conseguimos a liberação para dar continuidade às obras do Câmpus Itajaí. Ainda não fomos oficialmente intimados, mas a decisão foi publicada nesta sexta no site da Justiça Federal de SC. Vejam aqui!

Nesta semana, eu tive uma reunião com o juiz responsável pelo caso das obras de Itajaí e tentei o sensibilizar da nossa situação. Estamos há mais de um ano com as obras paradas por uma ação da construtora que, não só foi negligente e não terminou o serviço no prazo, como nos impedia de lançar novo edital para que uma outra empresa a ser licitada assumisse o trabalho. Enquanto isso, convivemos com uma sede provisória que não é a mais adequada para os alunos e não conseguimos oferecer mais oportunidades para a população da região.

Felizmente, com essa decisão que há tempos já vínhamos cobrando do Poder Judiciário, esperamos poder dar andamento à construção de sede definitiva do Câmpus Itajaí. A partir dessa decisão, nosso Departamento de Obras e Engenharia priorizará esse projeto para que possamos o quanto antes lançar o edital para contratar uma nova construtura. A decisão do juiz ainda pode ser passível de recursos, mas trabalharemos para que a reversão da decisão não ocorra.

Sepei

Nesta semana, tivemos o nosso 3° Seminário de Pesquisa, Extensão e Inovação, o Sepei. Neste ano,  unificamos o evento para favorecer a interação entre os câmpus e o Câmpus Lages foi o anfitrião.

SONY DSCEstive na quarta-feira de manhã na abertura do evento. Fiquei emocionada e orgulhosa com a estrutura que parecia de evento internacional. Fiquei orgulhosa também com a participação da comunidade acadêmica, já que tivemos 560 inscritos.“Há sete anos, quando assumi a diretoria de Pesquisa do então Cefet, a pesquisa era realizada de forma incipiente, por meio do esforço de alguns abnegados. Naquela época, começamos um trabalho importante para a instituição, viabilizando bolsas da Fapesc e do CNPq e hoje já estamos vendo esse crescimento que beneficia todos os envolvidos.

sepei_aberturaParticipei do evento no primeiro dia e depois tive que voltar a Florianópolis para outros compromissos importantes. Mas pelo que vi e acompanhei, tenho a certeza de que o Sepei trará bons frutos para o desenvolvimento do conhecimento científico e tecnológico. A pesquisa e a extensão devem ser disseminadas entre todos os cursos, inclusive os técnicos para a qualificação dos nossos servidores. E por sermos um instituto de tecnologia também, é importante que a inovação seja uma preocupação nossa, pois é com ela que transferimos conhecimento e tecnologia para a sociedade.

Colégio de Dirigentes

Nesta segunda, tivemos uma reunião extraordinária do Colégio de Dirigentes, que reúne todos os diretores-gerais dos nossos 21 câmpus. Na pauta, tratamos exclusivamente das diretrizes do Planejamento Estratégico do IFSC. Essa discussão irá nos ajudar a ter elementos para projetar nosso instituto para os próximos anos de maneira alinhada ao Plano de Desenvolvimento Institucional que também está sendo construído neste ano.

Brasília

Na terça, passei o dia em Brasília na reunião extraordinária da Comissão Permanente de Planejamento e Gestão da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica que envolve a Setec e o Conif. Participei por ser coordenadora do Fórum dos Dirigentes de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Forpog). No encontro, trabalhamos num edital de pesquisa e extensão tecnológica voltado para a Rede e em outro para apoiar a participação dos nossos alunos em olimpíadas.

Nossa expectativa é que os editais saiam ainda neste ano. Era um anseio da Rede termos editais específicos para os Institutos Federais diante das nossas especificidades. É muito bom ver que esses encaminhamentos estão se concretizando.

Parceria

parceira_logisticaNa quinta e na sexta, servidores do IFSC e do Instituto Federal do Rio Grande do Norte estiveram reunidos com dirigentes dos Correios para iniciar uma parceria inédita: a oferta de um curso superior de tecnologia em Logística.

A proposta é abrir 300 vagas em Santa Catarina e 300 no Rio Grande do Norte. Temos certeza de que vamos fazer um bom projeto para atender a essa demanda e qualificar as pessoas, já que este é o nosso papel. Temos o IFRN como um grande parceiro e isso nos dá muitas garantias. Agora precisamos discutir questões conceituais, operacionais e legais do curso. Os grupos de trabalho envolvendo as duas instituições vão discutir todas as questões e a previsão é que tenhamos a oferta do curso no segundo semestre de 2014.

Outros assuntos

  • Capacitação: Na segunda participei da abertura da capacitação dos coordenadores de graduação do IFSC. Esses momentos são importantes para vermos formas de aprimorar o nosso trabalho.
  • Mestrado Profissional: Tive uma reunião nesta quinta com o professor Pedro Melo, coordenador do Mestrado Profissional em Administração Universitária da UFSC. Estamos estudando condições para ver como ofertar um mestrado desse tipo para servidores do IFSC e do IFC.
  • Deputados: Nesta semana, me reuni com o deputado federal Pedro Uczai e com a Deputada Estadual Ana Paula Lima. Com o deputado Pedro, falamos sobre o desejo do município de São Lourenço do Oeste em receber nossos cursos. Devemos nos reunir com os diretores dos nossos câmpus da região Oeste para ver como podemos atender essa demanda de cursos. Já a deputada agradeceu a abertura do IFSC em estudar os projetos propostos e disse que irá se empenhar para resolver o problema de acesso ao Câmpus Criciúma, que põe em risco a segurança dos nossos alunos. Ela também irá articular a aproximação do IFSC, da Alesc e de Associações de Municípios do estado.
  • Prefeitos: Recebi nesta sexta, uma comitiva com os prefeitos de Tijucas, Canelinha, Nova Trento, Major Gercino e São João Batista. Os dirigentes vieram solicitar cursos do nosso Instituto para a região. Vamos analisar as demandas e ver como podemos atender por meio dos programas que já desenvolvemos. Temos grande preocupação em levar a educação a quem precisa, afinal, é por isso que existimos.
  • Formaturas: Neste sábado, teremos as formaturas do Câmpus Florianópolis, nosso maior câmpus. Estarei presente nas três cerimônias, que serão realizadas de manhã, de tarde e de noite. Fico feliz de participar deste momento tão importante para os formandos e seus familiares e para o nosso Instituto, em que vemos o nosso trabalho se concluindo. Nossa expectativa é que esses futuros profissionais levem adiante o conhecimento aprendido no IFSC. Para nós é um orgulho ter feito parte da história de cada um.

E na próxima semana estarei em Maceió para participar da XXXVII Reditec, a Reunião dos Dirigentes das Instituições Federais de Educação Profissional e Tecnológica. O evento tem como objetivo promover debates sobre as políticas, os desafios e os rumos da educação profissional e tecnológica no Brasil. Depois compartilharei as discussões. Até lá!

 

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Post e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.