Posse, obras e Câmpus Itajaí

Boa tarde!

Comecei esta semana participando da cerimônia de posse dos novos servidores do IFSC, aprovados no concurso de 2013. Ao todo, 139 pessoas tomaram posse, uma parte no período na manhã e outra no período da tarde. Os novos servidores irão atuar em todos os câmpus do IFSC e também na Reitoria. Gosto de estar presente nesses momentos para receber os novos servidores e sentir a alegria e a motivação deles. Quero que essa alegria e essa motivação permaneçam, e que todos sejam muito felizes enquanto estiverem trabalhando aqui.

SONY DSCSer servidor público é prestar um serviço à sociedade. Nosso compromisso é com a educação e a inclusão social, para transformarmos a vida das pessoas por meio das atividades que o IFSC realiza e, como consequência disso, transformar o País. Ainda este ano vamos chegar a 2 mil servidores, número ainda insuficiente, mas que já melhora bastante nossas condições de trabalho.

Quero aproveitar para parabenizar e agradecer a comissão organizadora do concurso, que planejou e acompanhou todo o processo, desde a elaboração do edital até a posse dos servidores. Foi um intenso trabalho, iniciado ainda em 2012, e que merece todo nosso reconhecimento.

Obras

SONY DSCEsta semana também assinei os contratos de duas obras muito importantes para o IFSC. Na quarta-feira, foi assinado o contrato para a construção do bloco 2 do Câmpus Caçador. Esse era um anseio antigo dos servidores daquele câmpus e também de toda a sociedade. A licitação já havia sido lançada no ano passado, mas teve que ser cancelada devido à suspeita de combinação de preços entre as empresas.

Todos estavam muito ansiosos por essa obra, que deve iniciar já na próxima semana. Quando o novo bloco estiver pronto, o Câmpus Caçador – que já está em funcionamento desde 2010 – terá condições de atender à sociedade na sua plenitude. Os representantes da construtura vencedora da licitação se mostraram muito comprometidos com o prazo de entrega da obra, que é de 360 dias.

IMG_7333Na quinta-feira estivemos em Tubarão para a assinatura do contrato para a construção do Câmpus Tubarão. Fomos muito bem recebidos na prefeitura da cidade. O prefeito Olavio Falchetti está muito satisfeito com a instalação do IFSC em Tubarão. Vamos iniciar com um pequeno bloco para já começar a oferta de cursos ainda este ano.

É muito bom poder contar com essa parceria da prefeitura municipal. A sociedade de Tubarão está ansiosa pelo início das atividades do IFSC na cidade. Lá as obras também já iniciam na próxima segunda-feira e devem ser concluídas em um prazo de 270 dias. No período da noite, o diretor de Expansão Caio Monti ainda esteve na Câmara de Vereadores da cidade para apresentar a instituição e esclarecer dúvidas dos parlamentares.

As próximas obras que iremos licitar serão a construção do novo bloco do Câmpus Urupema e a reforma do Câmpus Florianópolis-Continente.

Câmpus Itajaí

Nesta sexta-feira recebi no gabinete da Reitoria representantes da construtora Costa Azul, responsável pela obra do Câmpus Itajaí. Deixei bem clara para eles a minha indignação quanto ao impedimento da continuação da obra. Quem está causando esse impedimento é a própria construtora, que solicitou um mandado de segurança impossibilitando que o IFSC licite outra empresa para terminar a obra.

itajai1Se temos divergências em relação a valores, a Justiça irá decidir quem está certo e quem está errado. O que precisamos de maneira emergencial é concluir a obra para poder atender de maneira adequada a demanda da população de Itajaí e região. Essa situação me deixa muito angustiada, pois sabemos que a sociedade só tem a perder com esse atraso. Estamos estudando inclusive a possibilidade de inaugurar uma unidade no município de Navegantes, caso essa situação não se resolva logo.

Comissão de padronização e avaliação de materiais

Na quarta-feira me reuni com os servidores Érico Madruga, Leandro Medeiros Elias e Felipe Cintra para tratar da padronização de materiais nos nossos editais de licitação. Vamos reestruturar as comissões responsáveis pela especificações dos materiais do IFSC. Para isso, será necessário o envolvimento dos servidores da instituição para que tenhamos itens especificados de modo uniforme, facilitando o trabalho de todos e tornando os procedimentos mais ágeis. A ideia é criar uma rede de padronização por área, com reuniões presenciais e itinerantes, para diminuir o número de itens licitados e melhorar cada vez mais nossas especificações.

Outros assuntos:

  • Vídeo: esta semana estive na TV IFSC para gravar um vídeo de boas-vindas para os nossos alunos, que será veiculado em todos os câmpus no início do próximo semestre letivo.
  • Conaes: na segunda-feira viajei a Brasília para participar de mais uma reunião mensal da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes). Encaminhamos os processos de avaliação e de validação dos diplomas do Mercosul, procedimentos normais da comissão.
  • Pós-graduação EPCT: na quarta-feira também fui ao Câmpus Florianópolis, onde me reuni com a Direção e com os professores Marival Coan e Luiz Alberto de Azevedo para tratar do curso de especialização em Educação Profissional Científica e Tecnológica. Pensamos na dimensão e na estrutura do curso, que tem a possibilidade de se tornar um mestrado no futuro. Esse é um projeto que está sendo construído há bastante tempo e que deve beneficiar todo o IFSC. A expectativa é que a primeira turma inicie já no próximo ano.
  • Ação judicial: nesta sexta de manhã recebi um grupo de servidores (ativos e aposentados) que ganharam uma ação judicial que tramitava desde 1993. A partir do mês de julho, os valores devidos serão incorporados na folha de pagamento deles. Havia algumas dúvidas na interpretação da sentença e a reunião foi para esclarecer os procedimentos jurídicos e os encaminhamentos feitos pelo IFSC, ressaltando que fizemos tudo para atender às expectativas dos servidores.
  • Sistema: na segunda-feira assinamos o contrato com a empresa responsável pela implantação do Sistema Integrado de Gestão, que inicia no próximo mês. O sistema deve estar totalmente estruturado até 2016.

Nas próximas duas semanas estarei de férias. Quem irá me substituir durante esse período é o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional, Andrei Cavalheiro. No entanto, na próxima quarta-feira vou receber o professor da Unicamp Luís Enrique Aguilar e também os dirigentes do Sinasefe-SC. Na próxima sexta-feira trago para vocês informações sobre essas duas reuniões e outras questões institucionais importantes.

Até lá!

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Expansão. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.