Conif e Enem

Olá!

Nesta semana, minha principal atividade foi participar de mais uma reunião do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, o Conif. Para isso, viajei a João Pessoa, na Paraíba, na segunda à noite e só retornei nesta sexta bem cedo.

Como eu havia comentado na última semana, eu e os demais dirigentes discutimos sobre a progressão, que vem gerando ansiedade nos servidores. O assunto ainda não é um consenso. O próprio Ministério da Educação ainda não divulgou uma posição oficial sobre o período de interstício.

Estamos fazendo a progressão de DI para DII /DIII,  e DIV/ DV, tendo isso como prioridade. Por meio do Conif, estamos buscando uma situação que seja segura juridicamente para todos os envolvidos. Por isso vamos aguardar a próxima reunião analisando os procedimentos já adotados para verificar as necessidades ou não de ajustes.

Outro ponto tratado que é de bastante interesse de todos é o Grupo de Trabalho da Carreira, estabelecido no acordo de greve. O representante do Conif nos relatou sobre a primeira oficina realizada pelos integrantes, dia 21 de novembro.

Entre os assuntos discutidos estavam o auxílio transporte, a transposição da carreira e o auxílio interiorização. Disponibilizo aqui a apresentação sobre a Rede Federal, elaborada pelo MEC, feita pelo nosso representante na reunião.

Os pontos que não foram tratados nesse encontro serão debatidos no ano que vem. A próxima oficina está prevista para janeiro. Apenas então devem ser tratadas as questões do reconhecimento de saberes e competências e dos critérios para acesso ao nível de titular.

A oficina contou com a participação do Ministério do Planejamento, o que avaliamos de forma positiva, pois dessa forma temos ações mais efetivas. O Conif está acompanhando bem de perto esse GT. Nossa preocupação é que tenhamos uma identidade da Rede Federal, que tem características diferentes de universidade.

A pauta da reunião do Conif também tratou sobre um acordo de cooperação com a Marinha do Brasil. Três institutos – entre eles o IFSC – firmaram essa parceria que nos permitirá oferecer certificações aos marinheiros. Vale lembrar que o nosso Campus Itajaí terá um Centro de Referência em Navegação e Pesca Marinha.

Uma mudança que tivemos foi a realização dos Jogos dos Institutos Federais, que agora serão realizados em setembro de 2013 2014 em Foz do Iguaçu. Apenas a região sul fez as seletivas regionais.

Tivemos um momento também para falar sobre assuntos internacionais. O programa Ciência sem Fronteiras lançou novas chamadas para as quais nossos alunos devem ficar atentos. E recebemos também um elogio de representantes da Associação dos Colleges Comunitários Canadenses (ACCC). Temos estudantes do IFSC lá que estão se destacando pelo domínio da língua e qualidade dos trabalhos.

Trabalhamos ainda numa apresentação que o Conif fará ao Comitê Técnico Científico da Capes em dezembro. Queremos mostrar o potencial que os servidores da Rede Federal possuem nas áreas de Ensino, Pesquisa e Extensão. Nosso objetivo é mostrar a Capes as possibilidades da  Rede na oferta de programas de Mestrado e Doutorado.

Decidimos também não alterar ainda o regimento do Conif, uma vez que estamos em período eleitoral. As eleições para presidência do Conselho serão realizadas na próxima reunião em dezembro.

ENEM

E nesta quinta-feira (22) recebemos com felicidade os dados do Enem por Escolas 2011. O Campus São José do IFSC é a melhor escola pública de Santa Catarina de acordo com o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio do ano passado. O Campus Florianópolis ficou na segunda colocação entre todas as instituições de ensino públicas do estado.

Esse bom desempenho do Instituto é um reflexo do investimento do Governo Federal nos últimos anos. Tivemos uma melhoria de infraestrutura e na qualificação dos servidores, o que acaba resultando em uma oferta de educação de mais qualidade.

Agradecemos aos professores e técnico-administrativos que trabalham intensamente para que os alunos tenham uma boa educação. E lógico: nossos parabéns aos alunos que estudaram e também são responsáveis por essa conquista!

Outros assuntos

  • Pedro Uczai – Na segunda-feira de manhã, recebemos na Reitoria a visita do Deputado Federal Pedro Uczai. O parlamentar veio nos apresentar um projeto de PAC para a Educação. Se for viabilizado, teremos um alternativa para tornar as obras dos nossos câmpus mais ágeis. Isso porque conseguiremos agilizar a parte legal de contratação dos serviços. Estamos torcendo para que dê certo, pois sabemos da importância de oferecermos uma boa estrutura de educação. E quanto mais rápido isso ocorrer, quem ganha é a sociedade. O deputado disse que esse projeto está em finalização da aprovação.
  • Mostra Científico-Cultural – Participe também na segunda da abertura da Mostra Científico-Cultural do Campus São José. Tivemos um belo evento durante essa semana por lá, Como falei na cerimônia para os alunos e servidores presentes, eventos desse tipo são a concretização da articulação entre ensino, pesquisa e extensão, um tripé que precisa funcionar junto. Parabenizo a todos os envolvidos na mostra!

E neste domingo temos nosso exame de classificação para os cursos técnicos do IFSC em todo o estado. Tivemos um dos maiores números de inscritos da nossa história. Agradecemos muito a confiança de quem acredita que nosso Instituto pode ser um caminho para a mudança. Trabalhamos intensamente para transformar a vida de quem estuda conosco. Desejo boa sorte a todos os candidatos e muita tranquilidade!

 

Postado em 23 de novembro de 2012.
Atualizado em 28 de novembro de 2012.

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Post. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.