Progressão, Conselho Superior e Ingresso

Bom dia!

No início desta semana estive em Brasília participando da reunião da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior. Tratamos principalmente sobre o conselho preliminar de cursos, os indicadores do instrumento de avaliação institucional,o reconhecimento de diplomas pelo Mercosul e a criação do Instituto Nacional de Supervisão e Avaliação da Educação Superior.

Na quarta-feira, tivemos reunião do Conselho Superior do IFSC, órgão deliberativo e consultivo máximo da instituição.  O Conselho formou duas novas comissões de trabalho. Uma delas irá formular as diretrizes para a execução orçamentária da instituição e a outra irá revisar os documentos que definem as competências dos colegiados.

Na reunião, os conselheiros também apreciaram e referendaram as diretrizes para a reposição das atividades acadêmicas e administrativas após o período de greve. Inserimos isso na pauta da reunião, pois o Ministério da Educação recomendou que o documento tivesse o respaldo do órgão máximo da instituição.

Ainda sobre a reposição, realizei nesta quinta uma reunião com os servidores da Reitora para tratar sobre esse assunto polêmico e complexo. Expliquei a todos as diretrizes para elaboração dos planos de reposição do trabalho referentes aos dias não trabalhados durante a greve, que foram estabelecidas por uma comissão paritária formada entre representantes do IFSC e do Sinasefe-SC.

Nossa intenção é ser transparentes e buscar uma paridade nessa reposição. Por isso, é importante termos esse plano de trabalho para nortear a reposição das atividades pendentes.

Progressão

Nesta semana tivemos uma grande conquista que foi a publicação do decreto nº 7.806/2012 que regulamenta os critérios e procedimentos para a progressão dos docentes do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT) – tanto DIV para DV quanto DI para DIII. Nos últimos anos, a regulamentação da progressão esteve entre as prioridades do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica (Conif), inclusive foi pauta de várias reuniões no Ministério da Educação (MEC) e no Ministério do Planejamento (MPOG).

Aqui no IFSC, já havíamos concedido o pagamento da progressão aos docentes mesmo sem a regulamentação da lei da carreira. Optamos por bancar esse pagamento apesar dos impasses legais, pois sempre consideramos uma reivindicação legítima.

Com a publicação do decreto, temos o respaldo legal que há tanto tempo lutávamos. E, a partir dessa regulamentação, vamos fazer ajustes em todas as progressões concedidas, visto que existiam dúvidas na implementação destas.

Ingresso

Nesta sexta-feira, começam as inscrições para nossos cursos técnicos e de graduação. Vamos oferecer 2.967 vagas em 18 campi localizados em 16 cidades. É importante lembrar que todos nossos cursos são gratuitos.

Pedimos que divulguem nosso processo seletivo para seus conhecidos. Estamos dando a oportunidade para milhares de pessoas terem acesso a uma educação pública, gratuita e de qualidade. Temos vagas para as cidades de Araranguá, Caçador, Canoinhas, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Gaspar, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages, Palhoça, São José, São Miguel do Oeste, Urupema e Xanxerê.

Com certeza, alguém que você conhece – se não você mesmo – pode ter interesse em um dos nosso cursos. Convido a todos para que acessem nosso Portal do Ingresso – no site www.ingresso.ifsc.edu.br – e confiram as vagas e os cursos oferecidos por cada campus.

Outros assuntos:

  • Ação Cidadania: Participei na manhã de hoje da Ação Cidadania, evento promovido pelo Campus Florianópolis que oferece durante todo o dia diversos serviços gratuitos à comunidade. Foi muito bonito de se ver. Essa é uma ação exemplar em que um campus abre suas portas para a população. Temos um compromisso social enorme por sermos um órgão público e ações como essa são uma maneira de estarmos mais próximos da comunidade que tão bem nos acolhe.

Termino esse post dando um parabéns ao IFSC pelos seus 103 anos que serão completados neste domingo. Contamos o nosso aniversário pela data do decreto nº 7.566 que criou a Escola de Aprendizes Artífices de Santa Catarina – atual Campus Florianópolis – nosso primeiro e mais antigo campus.

Crescemos muito desde então. Hoje somos 19 campi, além da Reitoria, atendendo cerca de 15 mil alunos por meio de 1,6 mil servidores. Parabéns a todos os técnico-administrativos e docentes que com muito trabalho permitem que nossa história continue sendo escrita. Parabéns aos alunos e ex-alunos que são peças fundamentais para nosso crescimento.

Nessa data também é comemorado o Dia do Técnico. Então um parabéns ainda mais especial a todos os técnicos que demonstram a importância desse profissional no mercado e que ajudam todo o dia a fazermos um País melhor.

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Gestão e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.