Nova lei e Greve

A Presidenta da República sancionou, ontem, a Lei n. 12.677, que dispõe sobre a criação de cargos efetivos, cargos de direção e funções gratificadas no âmbito do Ministério da Educação, destinados às instituições federais de ensino. Estávamos aguardando ansiosos por esse lei que trará um impacto muito positivo para o IFSC. Com as vagas, conseguiremos nos estruturar melhor – por meio de funções gratificadas para coordenadores de cursos, por exemplo, consolidar nosso processo de expansão como também atender as demandas dos campus pré-expansão.

GREVE

Recebemos o documento do Sinasefe-SC sobre as atividades essenciais. Reitero aqui o nosso respeito ao movimento. Vamos fazer de tudo para encaminhar as questões de modo que a instituição e os servidores sejam sempre preservados. Solicitei ao Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica a alteração da pauta com prioridade a esse tema como também a elaboração de um documento ao Ministério da Educação e ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão exigindo a abertura das negociações da carreira dos técnico-administrativos.

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Brasília, Gestão, Institucional, Servidores e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.