Audiência em Tubarão e Greve

Bom dia!

Nossa semana começou com dois momentos importantes para a instituição. Um foi a audiência pública de Tubarão para a comunidade opinar sobre as áreas de cursos que devem ser oferecidos na região. E o outro foi o início da greve no IFSC.

Audiência Pública

A audiência pública é um dos instrumentos do IFSC para a escolha dos cursos dos novos campi. Essa de Tubarão foi a primeira da qual participei como reitora do IFSC. É emocionante ver a população feliz com a mudança que a chegada do IFSC numa cidade irá trazer. Tivemos um evento muito bonito em que a comunidade pode indicar as áreas de interesse para oferta de cursos no novo campus da instituição na cidade. Os eixos tecnológicos escolhidos pelos presentes foram Controle e Processos Industriais,Produção Industrial, Infraestrutura e Ambiente, Saúde e Segurança.

Com base da indicação da audiência pública – que contou com a participação de políticos, empresários, líderes comunitários e população em geral –, o IFSC irá fazer um estudo e uma pesquisa de mercado para identificar os cursos mais apropriados para atender a demanda local e contribuir para o desenvolvimento regional.

Agradecemos a todos que compareceram ao evento e opinaram. Agradecemos, especialmente, à Prefeitura Municipal de Tubarão que está sendo parceira neste projeto e que nesta semana vive um triste momento com o falecimento do prefeito Manoel Antonio Bertoncini Silva que ocorreu nesta quarta-feira em virtude de um câncer pulmonar e e de um acidente vascular encefálico. Nossos pêsames à família e à comunidade tubaronense que vem nos acolhendo tão bem.

Greve no IFSC

Desde segunda-feira, servidores do IFSC aderiram ao movimento nacional de servidores públicos federais e entraram em greve. Por enquanto, a adesão nos campi e na Reitoria é parcial.

Tivemos reunião nesta semana com o Comando de Greve do IFSC e apresentamos serviços que consideramos essenciais e que devem ser mantidos durante a paralisação. Aguardamos um retorno do Comando de Greve sobre a nossa proposta previsto para recebermos nesta sexta ainda.

Na próxima semana, irei à Brasília e um dos assuntos junto ao Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica é a greve. O Conif, inclusive, está acompanhando as negociações junto ao Governo, fazendo parte da mesa de discussões por meio de um representante. Junto aos demais reitores, vou me engajar para que as negociações avancem de fato no Governo Federal.

Gostaria de destacar que a greve é um momento de crise, mas pedimos a compreensão dos nossos alunos nesse momento em que os servidores também estão no seu direito de lutar por melhorias. Pedimos tranquilidade aos alunos, pois iremos repor todas as aulas.

Entendemos que este é um movimento legítimo e respeitamos o posicionamento de cada servidor em aderir ou não à greve.

Estamos acompanhando a movimentação na Reitoria e nos nossos campi e estamos à disposição do Comando de Greve para auxiliar nas negociações de maneira que avancem da forma mais rápido possível.

Outros assuntos:

– Nesta quinta-feira (21), eu e o pró-reitor de Extensão e Relações Externas estivemos em nossa primeira reunião com a reitora da UFSC, Roselane Neckel. A nova dirigente da Universidade Federal demonstrou-se aberta ao diálogo e ao crescimento da atuação conjunta da UFSC com o IFSC. No encontro, demos encaminhamento da parceria entre as fundações da UFSC e o Instituto. A reitora da Universidade nos informou que na próxima semana o assunto será ponto de pauta da reunião do Conselho Superior da UFSC. Aqui no IFSC, a regulamentação para a atuação das fundações já foi posta para consulta e analisada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE). Na nossa próxima reunião do Conselho Superior, marcada para início de julho, também iremos analisar essa regulamentação.

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Alunos, Gestão, Servidores e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.