Progressão

Foi muito importante a reunião de ontem no Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, o CONIF. Todos os dirigentes foram convocados para tratar da Progressão docente DI para DIII.

Conforme postei no blog, defendi uma posição única dos reitores pela concessão da progressão e tomamos essa decisão. Elaboramos documento encaminhado ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão com nossa decisão de fazer a concessão administrativa. Clique aqui para visualizar o documento.

Estamos analisando internamente como fazer essa progressão do IF-SC. Apesar da questão não ser segura para nenhum reitor, vamos assumir os riscos e resolver uma situação injusta para os nossos docentes.

Além disso, também resolvemos essa semana a questão da progressão Docente D502 para D503 no IFSC. Tivemos um período controverso sobre essa questão, mas já estamos fazendo o encaminhamento necessário para que essa progressão também seja feita.

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Conif, Servidores e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.