Agenda intensa e expectativa para o Fórum Mundial de EPT

A semana passada foi tão intensa que não tive tempo de detalhar minhas atividades. Quem acompanha minha agenda aqui pelo blog, pôde ver que tivemos eventos e reuniões importantes.

Na quinta-feira, dia 17, a professora Sandra Margarete Bastianello Scremin tomou posse como diretora-geral do Campus Criciúma. Foi uma cerimônia muito bonita que contou com a presença de pró-reitores, servidores e alunos do campus, empresários, autoridades e comunidade em geral. É mais uma mulher no comando que chega para consolidar o IFSC na região sul. Desejo muito sucesso a nova diretora e espero que juntas possamos fazer um ótimo trabalho!

Nesse mesmo dia, iniciamos mais um projeto, a Gestão Interativa, que tem como proposta discutir temas específicos dos campi de cada região e compreender melhor as demandas apresentadas pelos diretores desses campi. Por meio deste projeto, eu e todos os pró-reitores fazemos reuniões regionais com os diretores-gerais dos campi, permitindo que as necessidades e os temas que não são tratados no Colégio de Dirigentes possam ser debatidos entre os participantes e encaminhados, conforme as necessidades.

A primeira edição ocorreu em Criciúma com a participação dos diretores-gerais do campi Araranguá, Criciúma, Lages e Urupema. Esse é mais um espaço de discussão que estamos buscando ter para entender cada vez melhor as demandas e poder atuar de maneira local e regional.

Na semana passada também vivemos um importante momento que foi a posse dos representantes dos estudantes no Conselho Superior do IFSC,  órgão máximo da instituição, de caráter deliberativo e consultivo. Sempre defendi e incentivei a participação dos alunos em colegiados e fóruns. Nossa instituição é participativa e democrática e é por meio da representação estudantil que os alunos podem nos ajudar a melhorar o IFSC.

Espero contar com a ajuda dos novos integrantes discentes do Conselho Superior para que tragam as posições dos estudantes. Afinal, é para os alunos que trabalhamos. E nada melhor do que tê-los do nosso lado para nos ajudar a tomar as melhores decisões para o ensino, a pesquisa e a extensão.

Por falar em representação, hoje tem eleição no Campus Florianópolis para o Grêmio Estudantil. Mais uma maneira dos alunos se organizarem e lutarem pelos seus interesses. Para nós, é muito importante ver os estudantes engajados dessa maneira. Afinal, o objetivo do IFSC é formar cidadãos. E a cidadania implica em cumprir deveres e buscar seus direitos. Estou à disposição, para tratarmos dos temas do interesse dos alunos.

E o Fórum?

Faltando seis dias para o início do II Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica, que o IFSC comanda a organização, já contamos com 21,5 mil inscritos.

Aqui no Instituto, estamos todos focados no evento. Quem é de Florianópolis e passa pelo Centrosul e pela passarela de samba Nego Quirido já pode ver o evento tomando forma. A estrutura já está sendo montada e esperamos por todos!

Lembramos que o credenciamento começa no domingo e pedimos que quem puder antecipe o credenciamento para os dias 27 e 28  para evitarmos filas. Confira todas as informações sobre o evento no site www.forumedutec.org.

Preparamos diversos serviços e dicas para os participantes. Estamos trabalhando exaustivamente para fazer um grande evento!

Vem por aí!

E hoje embarco para Brasília para reunião extraordinária amanhã do Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. A pauta é a carreira dos servidores e a progressão docente. Como já disse aqui no blog, considero essa
reivindicação dos professores legítima e sou favorável. Depois da reunião, postarei as novidades!

Sobre Maria Clara

Maria Clara é professora do IFSC desde 1990, atuando no Câmpus Florianópolis. Tem graduação em Matemática e mestrado e doutorado em Engenharia de Produção, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi diretora de Pós-graduação e Pesquisa (2006-2008) e pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (2009-2011) do Instituto Federal antes de tornar-se a primeira reitora eleita da instituição – anteriormente a 2008, quando o Cefet-SC tornou-se IFSC, o cargo máximo era o de diretor-geral. Além de gestora do IFSC, a reitora acumula experiências como membro da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) e da Comissão Nacional de Avaliação da Iniciação Científica e Tecnológica (Conaic) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). É integrante do Conselho de Governança da Fiesc, representando o Ministério da Educação (MEC).
Esta entrada foi publicada em Alunos, Brasília, Conif, Gestão, Servidores e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Os comentários estão encerrados.